Última atualização: 2019-03-17

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

AVISO

COVID 19

(17.03.2020)

a)      Medidas implementadas pelas autoridades de saúde locais e outras entidades

Foi aqui i) declarada a emergência  sanitária, ii) decidida a suspensão de todos os espetáculos públicos; iii) decretada a suspensão de todas as atividades letivas no país, em estabelecimentos públicos e privados, durante duas semanas.; iv) dirigido um apelo aos cidadãos que apresentem sintomas ou dúvidas sobre a sua situação sanitária para que peçam assistência ao domicílio e não acorram a centros de saúde; v) lançada uma campanha de consciencialização e informação explicando as características do vírus e os hábitos e costumes necessários a evitar a sua propagação; vi) determinado o encerramento parcial de fronteiras, com quarentena obrigatória para os passageiros provenientes de países considerados de risco (China, Coreia do Sul, Japão, Singapura, Irão, Espanha, Itália, França e Alemanha) e proibição de escala em território uruguaio de passageiros e tripulantes de cruzeiros.

Foi ainda decretada a suspensão de todos os voos provenientes da Europa a partir das 0:00 do dia 20 de março. A partir desse momento, as companhias aéreas que viajem desde países europeus serão autorizadas a transportar apenas cidadãos uruguaios ou residentes neste país.

b)      Informação relativa às recomendações de viagens para o país

Desaconselha-se todas as viagens neste momento.

Os cidadãos nacionais que tenham que deslocar-se ao Uruguai neste momento, por motivos de força maior, tratando-se  de uma situação excecional muito fluida, são aconselhados a contatar a Embaixada (telefone ou mail) antes de viajar com destino ao Uruguai.

Apesar de Portugal não ser referenciado como país de risco, não há voos diretos desde território nacional para o Uruguai, sendo necessário realizar escalas, as mais frequentes em Madrid ou São Paulo. Com a determinação de que voos provenientes de países europeus apenas poderão transportar cidadãos uruguaios ou residentes no Uruguai (a partir das 0:00 do dia 20 de março), os cidadãos nacionais que tenham que deslocar-se ao Uruguai por motivos de força maior a partir daquela data continuam a poder ingressar neste país desde que se desloquem a partir de países não europeus.

Não há indicação de quarentena obrigatória para os cidadãos nacionais.

 

   

  • Partilhe