Última atualização: 14/04/2024
Nota importante
As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.
 
 
AVISO
 

No contexto dos confrontos em curso na Faixa de Gaza, informa-se que se mantêm válidas as recomendações de segurança constantes da página dos Conselhos aos Viajantes referente ao Egito, em particular as incluídas no separador "Condições de Segurança" e referentes à entrada e circulação na península do Sinai, fronteiriça com a Faixa de Gaza e com Israel. 

Perante o aumento de tensões decorrente do atual conflito do outro lado da fronteira (Israel-Gaza), adverte-se que eventuais escaladas poderão provocar um agravamento da situação de segurança na região e que novos desenvolvimentos poderão verificar-se com rapidez.

A península do Sinai está geograficamente contígua com a fronteira com a Faixa de Gaza e Israel.

Desaconselha-se qualquer deslocação ao norte da península, por qualquer via, bem como deslocações não essenciais por via terrestre no centro da península e em direção à fronteira com Israel. No caso de as mesmas ocorrerem, recomenda-se contacto com a Secção Consular da Embaixada (sconsular.cairo@mne.pt) para manter a mesma informada do itinerário.

Na região sul da península do Sinai, tal como em geral em todo o território egípcio, aconselha-se um maior nível de cautela e vigilância perante eventuais novos desenvolvimentos e o acompanhamento regular das notícias.

Recomenda-se que eventuais deslocações para o sul da península do Sinai, onde se situam diversos locais turísticos, sejam feitas apenas por via aérea. 

Para além da península do Sinai, desaconselham-se totalmente as viagens por estrada a título individual, sobretudo em regiões próximas da Líbia, e em regra por todas as regiões desérticas.

Embora não tenham sido registados incidentes, verificou-se um pequeno número de manifestações em território egípcio após o início do conflito na Faixa de Gaza. Perante a possibilidade de ocorrerem novas manifestações ou outras perturbações da ordem pública, recomenda-se que sejam evitadas aglomerações em qualquer localidade do país. 

Em 27 de outubro registou-se a queda de engenhos aéreos nas localidades egípcias de Taba e Nuweibaa, situadas ao longo da costa do Golfo de Aqaba, no Mar Vermelho, entre a cidade de Sharm el Sheikh e a fronteira israelita.

Não se registaram novos incidentes em território egípcio, mas tensões regionais suscitam possibilidade de novas ocorrências, podendo resultar na perturbação da normalidade das zonas turísticas próximas da fronteira egípcia com Israel.

Recomenda-se um acompanhamento cuidadoso das notícias e orientações das autoridades egípcias.

 

APP REGISTO VIAJANTE

Recomenda-se aos viajantes que se ausentem de Portugal o registo das suas viagens através da aplicação “Registo Viajante”, sendo este voluntário e gratuito, facilitando a ação das autoridades portuguesas perante a ocorrência de eventuais situações de emergência com cidadãos nacionais no estrangeiro.

O registo na aplicação “Registo Viajante” permite receber informações sobre as condições de segurança, ter acesso aos contactos das representações diplomáticas e consulares de Portugal e tem ligação direta ao Gabinete de Emergência Consular.

 PlayStoreAppStore

 

 

  • Partilhe