Última atualização: 2021/07/16

Nota importante:
As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.
 

AVISOS

COVID19 (Atualizado a 2021/07/16)

No cenário atual de pandemia global, o Governo Português desaconselha vivamente qualquer viagem não essencial às Maldivas.

A capital do país está sujeita a medidas de confinamento. As autoridades decidiram ainda impor restrições aos voos realizados entre as várias ilhas.

Inúmeros turistas portugueses têm ficado retidos em quarentena nas Maldivas, às suas expensas, na sequência da realização de teste PCR obrigatórios antes do regresso a Portugal.

Estão a ser reportados cada vez mais casos de cidadãos nacionais, em turismo,  que testam positivo à COVID-19 e, embora assintomáticos, apenas poderão realizar novo teste após o cumprimento de um período de quarentena de 14 dias. A quarentena é geralmente efetuada numa  unidade hoteleira ou em centro de isolamento imposto pelas autoridades locais


Entrada de viajantes internacionais

Todos os viajantes devem apresentar teste PCR realizado até 96 horas antes da partida, independentemente de terem concluído ou não o processo de vacinação. As crianças com menos de um ano estão isentas deste requisito.

Todos os viajantes deverão ainda preencher a Traveller Health Declaration 24 horas antes da partida para as Maldivas. https://imuga.immigration.gov.mv/ethd/create

Neste momento, os viajantes oriundos dos países da Ásia do Sul (Afeganistão, Bangladexe, Butão, Índia, Paquistão e Sri Lanca), não estão autorizados a entrar nas Maldivas. Todavia, os profissionais de saúde com visto de trabalho válido, com origem nestes países, serão autorizados a entrar, devendo cumprir 14 dias de quarentena domiciliária.

Os viajantes com visto de trabalho devem cumprir 14 dias de quarentena domiciliária. No caso dos portadores deste tipo de visto serem oriundos de países da Ásia do Sul, a entrada nas Maldivas está restrita. Após a chegada, estes viajantes terão de registar-se no Haalubelun Portal. https://haalubelun.hpa.gov.mv/en/Identity/Account/Login/?ReturnUrl=/

Caso viaje por motivos profissionais por um período inferior a 7 dias, deverá obter a autorização prévia da Health Protection Agency, enviando um email para eoclegal@health.gov.mv

Nota: Devido às medidas restritivas, pode haver algumas restrições de circulação no país, sobretudo na região de Malé.

Antes de decidir viajar, consulte as páginas indicadas abaixo

Imuga - Maldives Immigration

Ministry of Tourism

Visit Maldives - The Sunny Side of Life

COVID-19 (health.gov.mv)

 

Para obter informações sobre familiares ou amigos que ficaram em quarentena, contacte +960-722-3541 ou +960-729-0223

 

 

Terrorismo

Em 2019 e em 2020 assistiu-se a um recrudescimento das atividades e ameaças terroristas nas Maldivas. Estes ataques terroristas poderão ocorrer em locais frequentados por expatriados e turistas estrangeiros.

Neste sentido é imprescindível manter o cuidado e a vigilância.

Desde 2017 que as autoridades lutam e têm vindo a desmantelar e a frustrar possíveis ataques terroristas, prendendo vários indivíduos suspeitos do planeamento, recrutamento e expansão da ideologia extremista. Em algumas ilhas têm ocorrido vários protestos antiocidentais, incluindo expressões de apoio ao Estado Islâmico.

Outras Recomendações

Relembramos que as Maldivas são um país islâmico e que é fundamental o respeito pela sua cultura e valores, nomeadamente no concernente ao vestuário utilizado fora dos resorts. A violação destas regras pode originar uma intervenção das autoridades

 

APP REGISTO VIAJANTE

Recomenda-se aos viajantes que se ausentem de Portugal o registo das suas viagens através da aplicação “Registo Viajante”, sendo este voluntário e gratuito, facilitando a ação das autoridades portuguesas perante a ocorrência de eventuais situações de emergência com cidadãos nacionais no estrangeiro.

O registo na aplicação “Registo Viajante” permite receber informações sobre as condições de segurança, ter acesso aos contactos das representações diplomáticas e consulares de Portugal e tem ligação direta ao Gabinete de Emergência Consular.

 PlayStoreAppStore

  • Partilhe