Última atualização:  18/03/2020

Nota importante
As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

Avisos 

Coronavírus COVID-19 (Atualizado a 18/03/2020)

- Medidas de controlo para despistagem do COVID-19 em todas as entradas no país


- Os viajantes infetados com o coronavírus poderão ser proibidos de entrar no Myanmar


- Visitantes que estiveram últimos 14 dias em regiões de risco da China e da República da Coreia nao podem entrar no Mianmar. Cidadãos do Mianmar que venham destas regiões ficarāo em quarentena.


- Todos os viajantes vindos das outras regiões da Coreia do Sul ficaram em quarentena docimicilaria e necessitam de um certificado médico.


- Todos os viajantes vindos de Itália, Irão, França, Alemanha e Espanha serão submetidos a um período de quarentena de 14 dias. Os passageiros que estiveram nos últimos 14 dias nos EUA ficarão em vigilância.


- Todos os viajantes provenientes da Itália, Coreia do Sul e Irão deverão  apresentar um certificado de saúde para entrar no país.


- Os viajantes devem seguir as recomendações do Ministério da Saúde do Myanmar (www.mohs.gov.mm

 

Coronavírus COVID-19 (Atualizado a 17/03/2020)

- Medidas de controlo para despistagem do COVID-19 em todas as entradas no país

- Os viajantes infetados com o coronavírus poderão ser proibidos de entrar no Myanmar

- Todos os viajantes vindos de Coreia do Sul, China, Itália, Irão, França, Alemanha e Espanha  serão submetidos a um período de quarentena de 14 dias. Os passageiros que estiveram nos últimos 14 dias nos EUA ficarão em vigilância.

- Todos os viajantes provenientes da Itália, Coreia do Sul e Irão deverão  apresentar um certificado de saúde para entrar no país.

Os viajantes devem seguir as recomendações do Ministério da Saúde do Myanmar (www.mohs.gov.mm)

 

Outros:

Tendo em conta a ocorrência de roubos a estrangeiros, sobretudo por esticão, considera-se adequado evitar andar com o passaporte, sugerindo-se que o viajante circule apenas com uma fotocópia do mesmo para efeitos de identificação. Nos transportes públicos, tuk-tuks e táxis-mota, deve ter-se cuidado com os bens pessoais sugerindo-se a utilização dos cofres dos hotéis para deixar os objetos de valor. A título preventivo e apenas para facilitar a prestação de auxílio em caso de necessidade, aconselha-se a todos os nacionais que viajem para este país que informem previamente a Embaixada de Portugal em Banguecoque. Também se aconselha que seja inscrita a deslocação na aplicação Registo Viajante.

Em situações de emergência, os cidadãos nacionais que se encontrem no estrangeiro devem contactar o Gabinete de Emergência Consular. O número da Embaixada de Portugal em Banguecoque, tel: 00 66(0) 2234 2123, também funciona como número de emergência consular a qualquer hora do dia ou da noite.

  

  • Partilhe